sábado, 4 de fevereiro de 2012

Motocross - X Games - Católico

Os X-Games tem sido sempre um lugar onde, além do limite, atletas se lançam em acrobacias que alucinam as mentes dos expectadores. Aqueles que realmente sobressaem esses esportes mortais frequentemente abraçam uma escura e tenebrosa cultura de insatisfação, e ignorância a tudo o que lembre regra ou conformidade.

Mas alguns desses demônios da ousadia tem estado gerando um agito desconfortável. Patrocinadores e organizadores estão roendo as unhas sobre o que os fãs pensaram quando souberam que o seu bad-boy, e herói rebelde abraçou o cristianismo. Nessa lição vamos averiguar quem são alguns deles, e como isso aconteceu... 
 X-​​treme Ciclista
Quando o recém chegado corredor de motocross, Brian Deegan venceu a LA Coliseum Supercross em 1997, ele deixou a multidão atônita com  o salto de sua moto na linha de chegada. Ela foi lançada sem motoqueiro no ar. Essa deveria ser a primeira de muitas façanhas chocantes de Deegan que balançaria o mundo do motocross. O movimento foi imediatamente banido pelas autoridades do motocross, e o corredor rebelde Brian Deegan ganhou sua imagem de Bad boy.


Deegan tinha 12 anos quando seu pais se divorciaram. Ele encontrou uma válvula de escape para sua raiva no motocross, e tornou-se profissional aos 17 anos. Ele deixou a pequena cidade em Nebraska, e foi para California do Sul, sede da FMX, prometendo a seu pai que ele iria voltar para casa e ir para Universidade, se ele não conseguisse.
Brian logo mudou de motocross estilo racing para o freestyle motocross (FMX), que é mais acrobacias e truques, do que dar simples voltas montado na moto. Ele logo se juntou com outros motociclistas que tinham a mesma repugn
ânsia por autoridade. Com Larry Linkogle, Dee gan  co-criou a "Metal Mulisha", uma equipe de FMX que eventualmente competiria e realizaria performaces ao redor de todo o mundo.
Em uma entrevista com Phil Bartsch do Courier Mail, um jornal australiano, Deegan disse: " Nós formamos a Mulisha porque queríamos ter o nosso próprio grupo de jovens que se levantaram contra as industrias estabelecidas de motocross. Somos contra pes soas que tentam fazer você fazer coisas que você não quer, como se vestir e parecer como você não quer parecer. "
O Mulisha se tornou conhecido por sua estridente e destrutiva conduta, cabeças raspadas, tatuagens, por festas descontroladas e quartos de hoteis destruidos. Deegan escolheu um crânio com um capacete Nazista como emblema para metal Mulisha, registrando a marca em uma grife de roupas multimilionaria.


X-TREME TALENTO
Os X Games (conhecido formalmente  como "X-treme Sports") começou a incluir Freestyle Motocross em 1999. Deegan ganhou três medalhas  de ouro e sete de Bronze, competindo em pelo menos um X Games anualmente.
Ele foi o primeiro a fazer um 360 na competição - um  back flip aéreo com a moto enquanto saltava na rampa. A manobra foi nomeada a " Virada Mulisha". Deegan se tornou internacionalmente conhecido por sua vontade de inventar novos truques arriscando qualquer coisa para entreter a  audiência.

X-TREME ATITUDE
"Para mim, eu diria que toda a minha vida estava sendo um rebelde, tentando formar a imagem de um cara que fez um monte de pecados, um monte de coisas ruins. (Eu estava) tentandoo apenas construir um nome - basicamente glorificando o ser uma pessoa má... ". Deegan continua expressando o crescimento do vazio interior que ele sentia por dentro. "Eu só estava ferindo as  pessoas que eu amei e fazendo  coisas ruins."

X-TREME PAIN
A Metal Mulisha enchia estadios onde quer que fossem. Mas rasgar o céu em uma moto na FMX tem o poder igualmente de rasgar o corpo do piloto, como tirar sua vida. Como os antigos jogos de gladiadores, os expectadores estão tão ansiosos para ver um acidente como eles estão entusiasmados com um truque mortal de sucesso.
Em maio de 2005 Brian Deegan tentou um back flip para as cämeras da  MTV  , gravando “Viva La Bam”. Ele tentou cortar um cruzamento com um vento de 40  milhas por hora. O salto foi ruim. o guidão chocou contra o seu  intestino, Estourando o rim, e dilacerando oseu baço. Após chocar contra o chão, ele se contorcia de dor.

 X-TREME PROMESSA
"Na minha cabeça, eu sabia que estava morrendo." Lembra Deegan. Correram para o hospital, o cirurgião disse-lhe que ele não seria capaz de faz-lo. Então nesse momento e lugar ele fez uma promessa a Deus. "Esse foi o momento final, quando eu disse: 'Quer saber? Se eu sobrevivo, eu vou seguir a Cristo completamente. "
O dia após a cirurgia, sua esposa Marissa alimentou seu desejo de viver, anúnciando-lhe  que ela estava grávida do seu segundo filho.
X-TREME MUDANÇA
Em uma entrevista com Chris Palmer da ESPN Magazine Deegan disse: "Isso foi ser um garoto estúpido. Eu tentei manter uma imagem e choquei as  pessoas. Tínhamos que ser diferentes o tempo todo. Quando eu me dei conta do quanto era estúpido, pe soas começaram a me chamar de vendido. Mas eu não lhes devia nada. "Ele também disse:" Levei anos para descobrir que eu era um idiota. Levei mais 2 anos para mudar isso. "
Fiel à sua promessa, logo que ele se recuperou, ele encontrou uma igreja para frequentar com sua familia e começou a abrir sua casa para estudos bìblicos e a respeito da fé para os seus irmãos motociclistas.

X-TREME INFLUÊNCIA
Logo outros membros da Metal Mulisha juntara-se a Deegan em sua busca de Deus. "Eu consegui trazer Jeremy Lusk aos nossos estudos da Bíblia. Twitch também estava  conosco, apenas os nossos amigos mais próximos, os que realmente tinham afeição conosco, e o grupo começou a crescer. "
Eles começaram a sentir um ardor por expressar sua  fé em uma cultura que despreza a religião. Eles encontraram força para levantar-se, acreditando nos demais. "Eu acho que a principal coisa", disse Deegan, "é encontrar pessoas com as que você pode associar-se. Eu continuiei a crescer. Através disso, nós (todos) realmente começamos a aprender sobre Deus e a Bíblia. Isso foi mais ou menos como nossa caminhada começou a avançar.

X-TREME PERDA
Jeremy Lusk foi um dos amigos mais próximos de Deegan, um companheiro de equipe  e tinha sido recentemente batizado. Em 09 de Fevereiro de 2009, enquanto executava um back flip chamado de "Attack Hart" – ataque do coração - em um show em Costa Rica na frente de milhares de fãs de motocross, ele caiu e esmagou seu crânio. A Metal Mulisha foi arrasada, mas continuou com sua efusão pública da fé.

X-TREME WAKE UP-
"Neste momento, eu diria que, Jeremy Lusk falecendo - eu ver o meu melhor amigo simplismente deitado lá, me tocou - depois que ele faleceu, lá na Costa Rica, eu pensei você sabe o quê? Eu disse,  isso tem que ser um despertar mais forte para mim: 'é melhor você dar-se conta disso, você simplismente deve seguir a Cristo a partir de hoje.' Isso me fez ver quão curta a vida pode ser e que você não sabe o que vai acontecer no dia seguinte, então porque não viver sua vida pensando em quando você já não estará maisse for, poderia ser como, 'Cara, eu vivi a melhor  vida que eu poderia ter vivido. Eu afetei pessoas em um sentido positvo.
"





X-TREME TESTEMUNHO Deegan, quando perguntado sobre o fazer pública a sua fé, disse ao jornal The New York Times, "No final eu disse, quem é mais radical do que nós?" Cada coisa que fazemos é por “completo”. Uma vez que começamos ir a igreja, nós eramos cristãos completamente. E é isso que estavamos buscando. Eu posso dizê-lo no microfone. Diga isso na TV. A próxima coisa que você sabe, é que,  eu tenho muitas pessoas atrás de mim. "
Muitos fãs começaram a questionar o que significava esse “dar a vida a Cristo”,  a tal ponto que Brian Deegan se sentiu impulcionado a compartilhar sua fé com seus fãs em uma intrevista postada em YouTube chamada "

Faisst Pas­tor PJ and Dee­gan Gospel "1 e parte 2.

X-TREME LUTA
Brian Deagan passa muito tempo no ar dando mortais com a moto. Mas sua vida está se tornando fundamentada em Cristo. Ele deseja ser uma pessoa melhor com a ajuda da graça de Deus. "Nós tivemos nossos altos e baixos. Temos feito um monte de coisas ruins e isso ainda canetas acontece. Eu ainda sou um pecador, eu admito isso. Eu tenho meus momentos. Eu não sou feliz pelas coisas que eu fiz. Eu me sinto mal no dia seguinte e eu não quero fazer isso de novo. A coisa é, eu estou tentando ser uma pessoa melhor, um melhor pai, um melhor esposo, um melhor amigo.




X-TREME SACRIFÍCIO
X-treme motocross tem alguma coisa em comum com a verdadeira Cruz. Quando um motociclista FMX, corredor de rally, ou qualquer atleta de outro esporte extremo realiza sua performa, eles oferecem um pouquindo deles mesmos para o seu esporte. Arriscando- se a grande ferimentoe e até mesmo a morte, eles despejam tudo em cima do altar dessa faixa de terra; para alimentar a fome dos  fãs para uma corrida, e para ganhar seu prêmio: a medalha, respeito e dinheiro.
Quando uma pessoa tão radical fica cara a cara com o intenso, o amor completo, a doação e o sacrificio dsinteressado que Jesus fez na cruz (e nós testemunhamos na missa), ele têm um profundo entendimento do que é preciso para fazer isso. Eles compreendem, o respeitam, e querem segui-lo.
O omor de Deus por nós, e dando esse amor por ourtos, é o elemento que eles estavam buscando e que nunca poderia ser satisfeito com a adrenalina das alturas. Seu desejo de ser únicos é respondida pelo amor individual de Cristo por cada um de nós. E como continuam sua caminhada cristã, eles descobriram-se mas radicais e diferentes do que jamais foram.

Nenhum comentário: